02/07/2019
Por: marketing

Walkman completa 40 anos

Gadget se tornou um marco cultural e mudou a forma como nos relacionamos com a música.

Walkman completa 40 anos

Em 1º de julho de 1979 chega às prateleiras um daqueles produtos que definiriam época e se tornariam um marco cultural. Assim como o iPad não foi o primeiro tablet, nem o Windows foi o primeiro sistema operacional com interface gráfica, o Walkman não foi o primeiro tocador de música individual, mas foi de longe o mais bem sucedido deles.

O Walkman foi importante na transformação do consumo de música em uma atividade ao ar livre e individual

O player de música portátil Walkman foi fabricado pela Sony e ultrapassou as 200 milhões de unidades fabricadas. Seu grande impacto foi tornar o consumo de música em uma atividade individual e no deslocamento, substituindo os antigo tocadores com caixas de som tomando todo um ambiente e fixos em um local. O Wakman também popularizando as fitas cassetes no lugar dos LPs.

Seu baixo custo e praticidade de uso foram os fatores cruciais para o seu sucesso

Para a Sony foi um marco importante, já que a empresa vinha do fracassado formato Betamax e precisava emplacar um sucesso. Apesar das vendas iniciais modestas, a empresa seguiu uma estratégia de mandar seus executivos para as ruas mostrar o aparelho.

Discman adicionaria suporte aos CDs e a possibilidade de pular faixas

O sucesso estrondoso da linha fez com que Walkman se tornesse sinônimo de tocador de música, algo que foi consagrado com a incorporação do termo “walkman” pelo dicionário de Oxford. Com o passar dos anos ele receberia melhorias, como a incorporação de CDs em modelos como o Discman. O declínio do tocador de músicas da Sony só chegaria em 2001 com a acensão das mídias digitais e a internet, que mudariam completamente o modo de consumir músicas e outros conteúdos culturais, com o iPod, o iTunes e programas como o Napster sendo os principais marcos dessa nova era.

Na era dos celulares, o Walkman seria usado como marca em alguns modelos da empresa,, como o Sony Ericsson W300 Walkman Fliper, e depois nos smartphones com inclusive a existência de apps como o Walkman, porém a plataforma seria descontinuada e substituído por aplicativos como o Spotify nos eletrônicos da Sony.

 

Fonte: mundoconectado.com.br

 





Avenida Santo Amaro, 1386 - 3º andar - Vila Nova Conceição Cep: 04506-001 - São Paulo - SP
© 2013 Todos os direitos reservados | Tech House Soluções