25/07/2018
Por: marketing

A música é uma viagem: conheça composições inspiradas em belos lugares.

Muitas canções que citam cidades, ruas e lugares especiais despertam o desejo de conhecer, viver e cantar o momento. Conheça algumas inspirações transformadas em versos e melodias.

ipanema

“Moça do corpo dourado do sol de Ipanema, o seu balançado é mais que um poema. É a coisa mais linda que eu já vi passar.” Quantas pessoas do mundo inteiro já devem ter se sentido inspirados a visitar o bairro carioca ao ouvir a música sobre a garota “mais linda e mais cheia de graça” que tornou Ipanema conhecida mundialmente? Ou quantas pessoas já tiveram interesse em saber sobre o que ocorre quando se cruza a Ipiranga e a Avenida São João, já que Caetano Veloso canta que algo acontece em seu coração, na música Sampa.

Artistas do mundo inteiro escreveram canções inspirados em locais que fazem parte de seus cotidianos, locais onde nasceram, cresceram ou apenas visitaram. Você já ouviu alguma música que falava de um lugar com tantos detalhes e com tanto carinho que te fez querer visitá-lo? Confira nas próximas páginas algumas cidades que se tornaram inspiração para artistas brasileiros e estrangeiros. Aproveite para se empolgar também e conhecer algumas dessas pérolas espalhadas pelo mundo.

Havana – Camila Cabello

(foto: Yamil Lage/AFP - 19/4/18 )
(foto: Yamil Lage/AFP – 19/4/18 )

“Havana. Metade do meu coração
está em Havana. Por causa dele eu
voltei para o leste de Atlanta.
Ah, mas meu coração está em Havana.”

A cantora cubana-americana Camila Cabello caiu nas graças do público jovem ao cantar sobre a cidade de Havana, em Cuba. Ela conta sobre um homem que conheceu na capital do país latino e que seu coração ficou lá.

Além de se apaixonar, Havana é um bom local para conhecer e se fascinar com o passado. A história colonial é um dos charmes da cidade. Quem vai pra lá deve dar uma caminhada pelo Paseo del Prado até o Capitólio, o edifício mais imponente da capital. Para conhecer a parte antiga da cidade, pode-se visitar Habana Vieja, que conta com construções admiráveis que resistiram aos testes do tempo.

O Museu da Revolução é um ótimo ponto para se conhecer mais a história local. O acervo retrata a história e os acontecimentos que deram a Cuba a forma que tem hoje. São recortes de jornais, fotografias e falas de revolucionários que contam a história da revolução cubana e a tomada de Fidel. O edifício foi palácio presidencial.

A antiga Av. de Maceo, hoje conhecida como Malecón, é a avenida que corta a beira-mar e onde os moradores da cidade costumam passear e se exercitar, pescadores conseguem seus peixes, e quem sabe marcar um encontro romântico para, então, deixar seu coração na cidade?

Paint the town green – The Script

(foto: Paul Faith/AFP - 17/3/18 )
(foto: Paul Faith/AFP – 17/3/18 )

 

“A vida que você tinha em Dublin agora não é nada além de um sonho (…)
está tudo bem porque hoje à noite vamos pintar de verde a cidade.” 

A música da banda irlandesa The Script Paint The Town Green conta sobre alguém que está sentindo falta da sua cidade lar, Dublin. Na música, o eu lírico fala que vai pintar essa outra cidade de verde, já que está perto do dia de Saint Patrick, para que assim a saudade seja um pouco amenizada. Na Irlanda, essa data é celebrada com a cor verde dos trevos, em referência a São Patrício que usou o trevo para explicar a Santíssima Trindade aos pagãos celtas. Na rebelião irlandesa de 1798, soldados irlandeses vestiram uniformes verdes em 17 de março na esperança de chamar a atenção da população para a rebelião, então essa data foi escolhida para celebrar esse dia que se tornou símbolo do país.

A catedral de São Patrício (Saint Patrick’s Cathedral) é um ponto importante de visita para quem quer conhecer a história irlandesa. Considerada a Catedral Nacional do país, o local já foi visitado por muitas figuras importantes do mundo, inclusive a Rainha Vitória e o Rei James I. A catedral abriga o corpo de Jonathan Swift, autor de As Viagens de Gulliver e decano da igreja. Os funerais dos ex-presidentes da Irlanda Douglas Hyde e Erskine Hamilton Childers ocorreram lá.

Para os amantes de cerveja, a cidade pode ser uma maravilha. Além dos diversos pubs espalhados pela cidade, uma parada obrigatória é o depósito ao lado da fábrica da Guinness Storage House. Além de conhecer o processo de produção, é possível ouvir histórias como a origem do Guiness Book e como servir adequadamente um pint da cerveja e depois bebê-lo.

Barcelona — Ed Sheeran

(foto: Alexandre Meneghini/Reuters - 22/12/14 )
(foto: Alexandre Meneghini/Reuters – 22/12/14 )

 

“Las Ramblas, eu vou encontrá-la!
Vamos dançar ao redor da Sagrada Familia.
Bebendo Sangría (…)
Vamos lá, vamos ser livres em Barcelona!”

O cantor e compositor britânico Ed Sheeran escreve com paixão sobre a cidade de Barcelona, na Espanha. Ele fala sobre os encontros que quer ter com uma garota por toda a cidade. Na capital autônoma da Catalunha, no Reino da Espanha, é possível fazer passeios culturais, arquitetônicos e boêmios.

As obras de Antoni Gaudì são espetáculos obrigatórios para quem visita a cidade. La Pedrera (Casa Milá) e Casa Batlló ficam no centro da cidade, uma bem perto da outra. A obra mais famosa do modernista é a interminada Sagrada Familia, que se tornou símbolo da cidade. O Bairro Gótico é o local para encontrar vestígios e ruínas romanas, ruas e construções medievais, prédios e praças do século XIX que contam um pouco da evolução da cidade. Além do Bairro Gótico, dá pra conhecer mais do lado histórico no Museu Picasso e Mirò, além dos Museus de Arte Contemporânea e o Museu de História da Cidade.

As praias de Barcelona também são pontos turísticos importantes. Ótimas para conhecer o Mar Mediterrâneo, as Praias da Barceloneta, Sant Miquel e Nova Icária devem ser visitadas tanto no verão quanto em outras estações do ano. Em qualquer ponto da cidade é possível encontrar locais abertos até tarde da noite, porém se destacam o Passeio Marítimo da Barceloneta e Vila Olímpica. Os turistas costumam amar as discotecas que têm terraços na praia e é um local bem frequentado quando começa o bom tempo.

Mulheres de Atenas — Chico Buarque

 

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)

“Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas.
D
espem-se pros maridos, bravos guerreiros de Atenas.”

Mulheres de Atenas, de Chico Buarque de Holanda, faz referência a aspectos da sociedade ateniense do período clássico. Composta em 1976, em plena ditadura militar, a letra pode até ser confundida com uma apologia à submissão feminina, mas a canção sugere que se faça o contrário, tornando o texto um hino contra essa submissão às regras patriarcais.

Ysadora Gellert, 25 anos, sempre amou o cantor e compositor brasileiro. Quando decidiu que viajaria a Atenas, na Grécia, já ficou cantarolando a música e a acrescentou a sua playlist. Ela conta que, na hora em que entrou no Partenon e viu as estátuas de mulheres, teve a sensação de que eram daquelas mulheres que Chico falava na música. “Apesar de ser uma crítica às mulheres dos generais da ditadura, a música é muito bonita, e traz uma mensagem velada de opressão. De mulheres caladas, abandonadas… o que é completamente o oposto da cidade, que venceu a batalha contra Poseidon, e foi batizada com o nome dela”, diz a jovem.

Em Atenas, a história é contada a cada passo dado. A subida ao Partenon e a visita ao Teatro de Dionísio fazem parte do pacote no ingresso da Acrópole. Fora eles, é interessante, para quem ama história, visitar os sítios arqueológicos como a Ágora Romana, a Ágora Antiga, o Arco de Adriano, o Templo de Zeus, entre outros.

Minha Sereia — Carlos Moura

 

(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)

“Mergulhar no azul-piscina, no mar de Pajuçara. (…)
E as jangadas partindo pra o mar pra pescar, minha sereia, Maceió, minha sereia!”

A paixão de Carlos Moura por Maceió é cantada em Minha Sereia. Matheus Castro, hoje com 21 anos, fez um trabalho da escola sobre as regiões do Brasil e uma das questões era colocar uma música para cada uma que citasse as características e belezas. A mãe dele encontrou a canção de Carlos Moura e, desde então, o jovem se interessa pela cidade. “Resolvi que ia conhecer esse ‘azul-piscina do mar de Pajuçara’ e fui. Eu me encantei pela cidade, pelo azul do mar, pelo povo, pela cultura. É realmente tudo aquilo que o Carlos descreveu na música”, diz Matheus, e completa: “Quando estou com saudades de lá, fico ouvindo a música”

Carlos Moura está certo em admirar as piscinas naturais de Pajuçara. A tábua de marés é fundamental para a principal atração do local: o passeio de jangada. O horário é definido pela altura das águas: só é possível fazê-lo na baixa, que costuma acontecer nas primeiras horas da manhã ou no fim do dia.

No bairro histórico do Jaraguá, antiga zona boêmia, estão construções do século 19, além de antigos casarões e armazéns. O bairro Pontal da Barra é essencial para quem quer ter uma imersão nas lojinhas de renda de filé, típicas do estado de Alagoas. Passada de mãe para filha, a arte é cheia de cores e bordados.

 

Tarde em Itapuã — Vinícius de Moraes

(foto: Eduardo Trevisan/Divulgação)
(foto: Eduardo Trevisan/Divulgação)

“É bom passar uma tarde em Itapuã, ao sol que arde em Itapuã,
ouvindo o mar de Itapuã, falar de amor em Itapuã”

Bruna Soares tem 25 anos e estuda cinema. A música faz parte da vida dela desde pequena. Em 2015, ela decidiu fazer uma viagem à Bahia. Bruna visitou vários locais, mas sua intenção mesmo era ver as praias de Itapuã “para ver se Vinícius estava certo”.

A praia mais famosa de Salvador, que foi imortalizada por Vinícius de Moraes, é um cartão-postal. Além do farol, as águas verdes, pedras, coqueiros, piscinas naturais e areias claras encantam os turistas. Há três anos, a praia ganhou uma nova orla, com ciclofaixa, mirante e até um parque infantil.

Além da praia que encantou Vinícius, Salvador tem outros mil encantos. O Forte Farol da Barra, o primeiro a ser construído no Brasil, é um ponto interessante para quem quer saber mais de história. Dentro dele, há o Museu Náutico da Bahia. Caminhar na orla da praia também é um belo programa, ótimo para famílias com crianças.

A Igreja do Bonfim é um importante ponto turístico da cidade. Pessoas de todo o mundo visitam o local para buscar a famosa fita do Senhor do Bonfim, que, ao ser amarrada em torno do pulso com três nós, representa três pedidos para realização de desejos. A sala dos milagres também é um local que atrai o público, inclusive os baianos. Os fiéis deixam no ambiente réplicas de partes do corpo humano feitas em cera como forma de pedido ou agradecimento pela cura de doenças.

O Pelourinho é um local que vale a visita. Patrimônio da Humanidade desde 1985, o Centro Histórico de Salvador reúne igrejas dos séculos 17 e 18, ateliês, lojas, museus, bares, restaurantes e pousadas, construídas em estilo barroco português. A banda Olodum ensaia no Largo do Pelourinho duas vezes por semana.

Penny Lane — Beatles

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)

 

“Penny Lane está nos meus ouvidos e nos meus olhos.
Lá sob o céu azul suburbano eu me encontro.”

 

Penny Lane é a rua de Liverpool pela qual John Lennon e Paul Mccartney passavam todos os dias a caminho da escola. A música representa uma lembrança dos cantores, como um álbum de fotos. Toda essa nostalgia tornou a rua um grande ponto turístico para fãs dos Beatles.

Para os que gostam da banda, Liverpool é repleta de história. O Beatles Magical Mystery Tour une todos os fãs em um ônibus amarelo inspirado no filme de mesmo nome. A partir do ponto de encontro, no Albert Dock, o ônibus faz um passeio biográfico que passa por casas em que viveram cada um dos quatro Beatles, pelo local onde a banda apresentou o último show em Liverpool, pela catedral da cidade onde Paul McCartney foi reprovado nas audições do coral, entre outros diversos pontos icônicos. O ônibus para em alguns locais para fotos.

No Museu Beatles Story há réplicas e cenários que contam a história da banda que revolucionou a música. Para quem quer levar lembrancinhas, a The Fab 4 Store fica ao lado do museu, no Albert Dock. Lá tem camisetas, chaveiros, canecas, conjunto de chá, palhetas, vinis e tudo relacionado à banda.

 

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

 

 

 





Avenida Santo Amaro, 1386 - 3º andar - Vila Nova Conceição Cep: 04506-001 - São Paulo - SP
© 2013 Todos os direitos reservados | Tech House Soluções